Postagens recentes. Confiram!

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Por que planejar? I



Olá Guerreiros!

Espero que todos tenham tido excelente férias e tenham aproveitado muito. Eu aproveitei, pois com a profissão que temos precisamos deste tempo para recarregar as baterias.

Agora, acredito que todos já retornaram ou estão retornando às atividades, está na hora de nos prepararmos para o ano letivo, o qual desejo que seja bom e produtivo para todos nós.

Antes de começar é necessário o velho e bom planejamento, neste post trouxe um texto que fala sobre o assunto, se quiserem saber mais tem outro post sobre o tema aqui .

Por que planejar?

Geralmente, quando se fala de planejamento escolar, vem logo a ideia de algo burocrático, trabalhos, como preenchimento de formulários, por exemplo. Entretanto, planejamento não é complicado.
Entendemos ser ele o instrumento para facilitar, dinamizar e aperfeiçoar o trabalho pedagógico.
É um momento de reflexão para melhor agir. É um instrumento contra a improvisação, é o momento de unir o FAZER ao PENSAR e ao ESTAR de modo a melhor realizar todo e qualquer trabalho. O planejamento deve ser entendido como um norteador para o professor e não um instrumento para frustrá-lo, podendo , portanto, ser flexível.
Fundamentando-s no planejamento, o professor pode perscrutar sua atuação e possibilitar ao aluno um resultado eficaz e eficiente do seu aprendizado.
Na Educação Infantil, o planejamento deve ser entendido como o primeiro passo do processo de ensino e de aprendizagem.
Planejar é uma questão de autoria, é a possibilidade de o professor escrever e ser autor do seu conhecimento, do pensamento de sua história e da história de seus alunos.
A multiplicidade de intenções que presidem o planejamento educacional leva à questão da sua organização, pois nele deve-se prever uma avaliação que permita ao professor verificar se a ação pedagógica corresponde adequadamente ás intenções almejadas, questionando-se sobre:

  • O que ensinar?
  • Como ensinar?
  • Quando ensinar o quê?
  • Quando e como avaliar?
O ato de aprender requer investigação, averiguação, questionamento, mudança, resistência, criação, dúvidas... Todos esses atributos do ato de aprender estão ligados ao ato de planejar, porque planejamento é, acima de tudo, hipóteses, parâmetro e, portanto, reflexão, e não rigidez.
Como frequente questionador, o professor deverá apoiar-se nos instrumentos metodológicos de que dispõe para alcançar sua prática: o planejamento, a observação, o registro e a avaliação.


"texto de autor desconhecido"





Nenhum comentário:

Postar um comentário