Postagens recentes. Confiram!

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Atividades com tangram para Educação Infantil



Olá.

Ontem eu postei um semanário para Educação Infantil onde sugeri atividades com tangram, então hoje resolvi compartilhar com vocês uma das formas como gosto de trabalhar com o tangram nesta faixa etária. Quem quiser conferir o semanário é só clicar aqui. 

Estas atividades foram realizadas com uma turma de maternal (3 a 4 anos), porém nada impede de ser aplicada a crianças com de 4 a 5 anos ou até mesmo ser realizada com o 1º ou 2º ano. Nas etapas do Ensino Fundamental sugiro que aumentem o grau de dificuldade.

Bom, primeiramente faça uma roda de conversa com a turma e conte a história do tangram:

Há muito tempo atrás, havia um mago Chinês chamado Ching Ling. Ele morava num castelo mágico muito bonito e possuía um bem muito precioso, um espelho mágico que chamava de Tangran.
O mago recomendou ao seu ajudante que não chegasse perto do espelho. Mas Tung, o ajudante, não aguentando a curiosidade, foi direto ao espelho assim que o mago saiu de viagem. Achando que o espelho estava sujo, Tung pegou uma toalha e foi limpá-lo. Nesse momento, o espelho caiu ao chão e partiu-se em sete pedaços. Tung ficou desesperado.
- E agora? - disse Tung - O que vou fazer? Estou perdido!
Tempos depois o mago voltou e ficou furioso ao ver o Tangran quebrado. Pegou os sete pedaços do espelho e entregou a Tung dizendo-lhe:
- Você está condenado a sair pelo mundo construindo tudo o que vir com esses pedaços! Construa figuras até conseguir montar um livro, senão eu o transformarei num sapo!
Logo no inicio da viagem, Tung viu uma baleia que nadava próxima ao seu barco. Ele fez várias tentativas e conseguiu construir uma baleia com o Tangran.
Entrou num bosque e encontrou um coelho.
Mais tarde chegou a um vilarejo, onde avistou uma casa. Na casa morava uma jovem delicada chamada Mig.
Tung apresentou-se e deu a Mig uma flor que havia construído com o Tangran.
Mig achou a flor muito interessante e quis saber sobre ela. Então Tung contou a Mig sua história, mostrando-lhe o Tangran. Mig prometeu ajudá-lo com o livro para que ele ficasse livre do feitiço do Mago.
Durante alguns dias os dois passearam, conversaram e construíram mais figuras para o livro. Eles fizeram um gato, uma vela, um pato, um peixe...
Achando que havia figuras suficientes em seu livro, Tung viajou de volta e entregou ao mago que o perdoou.
Livre da maldição, Tung voltou para encontrar Mig, pois os dois haviam se apaixonado. Mig ficou feliz ao vê-lo e depois de algum tempo os dois se casaram e construíram figuras com o tangran por muitos anos.

Na verdade há várias lendas sobre a origem do tangram, outra diz que foi um imperador chinês que deixou o espelho cair e quebrar, outra que um chinês quebrou um azulejo tem ainda uma versão em que um discípulo ganha o espelho de seu mestre antes de fazer uma viagem, para registrar o que iria ver, o espelho se quebra e o discípulo registra a viagem formando figuras com o tangram.
É só escolher a história que mais se adequar a sua turma, preparar o ambiente e contar.
Depois converse com eles, levante os conhecimentos prévios, mostre o tangram e deixe eles manusear livremente.
Em outro momento, distribua peças do tangram confeccionadas com papel cartão ou color set e uma folha de sulfite, para ser usada como base, peça para que as crianças criem uma figura, livremente, depois cole para fixar as peças no lugar e guardar o registro da criação.


Na próxima aula, ofereça o tangram para os alunos e junto com ele figuras para que eles tentem montar, claro que para os pequenos será um desafio muito difícil, então mostre as figuras mais fáceis, como a de casa por exemplo, auxilie as crianças durante a atividade para que eles não fiquem desmotivados. 
Na terceira aula sobre o tema, costumo deixar para sexta-feira, como sugeri no semanário, assim você pode retomar a história, falar sobre as atividades realizadas durante a semana e apreciá-las junto com as crianças. No final da aula mande para cada criança um tangram e uma folha com desafios para serem realizados juntos com os pais. Você pode se surpreender com o resultado. Muitos pais demonstram-se participativos e mandam trabalhos lindos. É uma excelente atividade para expor em mostras culturais.

Eu espero que gostem. Até mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário