Postagens recentes. Confiram!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Atividades para o dia do índio






Como cultura indígena é um tema vasto, que dá  para ser trabalhado durante todo o ano eu resolvi sugerir que uma atividade para cada dia da semana. Confiram!

Segunda-feira:

Quebra-cabeça com figura de índio

Primeiro faça uma roda de conversa com as crianças e fale sobre os índios, como eles vivem, o que gostam de comer, o que as crianças fazem, procure mostrar que são seres humanos como nós através de pontos em comum, por exemplo, conte que as crianças vão à escola e gostam de brincar. Se possível mostre imagens.
Depois dê um desenho simples com a figura de um índiozinho e peça para que eles pintem.

imagem que pode ser usada para quebra-cabeça
Depois de pintado cole o desenho em uma cartolina ou papel cartão, recorte em quatro ou seis pedaços e está pronto o quebra-cabeça, é só distribuir entre os pequenos e pedir para que eles montem, você pode observar a noção de sequência, o desenvolvimento do raciocínio lógico e a noção espacial das crianças.

Terça-feira:

Desenho livre no celofane

Faça uma roda de conversa e retome a atividade anterior, mostre as imagens que utilizou na aula passada e estimule as crianças para que expressem sua imaginação.
Depois distribua pedaços de papel celofane e caneta hidrocor para as crianças e peçam que desenhem os índios, a aldeia e tudo o que quiserem, depois fixe o desenho numa folha de sulfite com a ajuda de uma fita adesiva transparente, fica lindo!

Quarta-feira:

Brinquedos indígenas:

Que tal produzir umas petecas com TNT e jornal, sacola plástica ou qualquer outro material que tiver disponível?
Fale com as crianças sobre as brincadeiras dos indiozinhos, que gostam de brincar no rio, de procurar penas de pássaros caídas e sementes para fazer bijuterias entre outras brincadeiras.
A peteca é um brinquedo de origem indígena, super fácil de confeccionar e que ajuda muito no desenvolvimento psicomotor das crianças. Portanto depois da conversa, confeccione petecas com eles e proponha que brinquem livremente.

Quinta-feira:

Grafismo indígena.

Converse novamento com as crianças sobre o tema, mostre desta vez figuras de grafismo indígena, depois proponha a atividade que deve ser previamente preparada.
Faça placas planas e quadradas de argila e utilize como suporte, ofereça palitos ou o cabo de um pincel para as crianças desenharem, depois use tinta guache misturada com água para pintar a placa de argila, deixe secar, se tiver disponibilidade pode levar ao forno.


Exemplo de grafismo indígena


Sexta-feira:

Confecção de colares e pulseiras

Para confeccionar estes acessórios você pode usar argila, e modelar bolinhas e fazer um furo no meio para passar um barbante ou fio de silicone, sementes que podem ser compradas em lojas de artesanatos ou até mesmo jornal ou revista velha.
Proponha para as crianças que façam pulseiras e colares e deixe a imaginação fluir, auxiliando-os em tarefas como perfurar as bolinhas de argila, cortar os fios e etc.
Boa semana para vocês!

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Escultura com papel machê




Crianças gostam de ter contato com massinha, tinta, água e todo material desse tipo, que provoca sensações. Foi pensando nisso e partindo que na Educação Infantil eles precisam partir do concreto para aprender, que eu resolvi compartilhar com vocês esta atividade.
A atividade foi realizada com uma turminha muito esperta de 3 anos e com algumas crianças de 2 anos.
A proposta foi fazer papel machê com eles e depois dá para que eles modelassem livremente. Foi um sucesso.

Receita de papel machê.

Materiais:
jornal
cola branca
vinagre
peneira
liquidificador

Modo de fazer:
Pique o jornal em pedaços pequenos, deixe de molho na água por 24 horas, coloque uma colher de sopa de vinagre, depois bata a mistura no liquidificador até obter uma massa homogênea, passe a mistura numa peneira para escorrer a água. Depois retire o excesso de água torcendo a massa num pano, caso não tenha peneira pode escorrer toda a água com o pano.
Esfarele a massa numa vasilha e junte cola branca até dar o ponto de uma massa que você possa manusear, aí é só usar a criatividade e fazer as peças.

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Semanário Educação Infantil

Olá pessoal, como muita gente está pedindo resolvi colocar mais um modelo de semanário, espero que contribua.


Dia da semana
Segunda
Terça
Quarta
Quinta
Sexta
Objetivo
Desenvolver linguagem oral e noção espacial
Desenvolver o raciocínio lógico matemático
Desenvolver coordenação viso motora, e noção espaço temporal.
Conhecer  e reconhecer a escrita do próprio nome e dos colegas.
Desenvolver a coordenação motora fina, a oralidade.
Conteúdos
Noção espacial, respeito ao próximo, linguagem oral
Raciocínio lógico, oralidade, atenção e percepção visual
Socialização, coordenação motora global, coordenação viso motora, noção espaço temporal
Linguagem oral e escrita, escrita do nome próprio.
Oralidade, coordenação motora fina, cantigas popular.

Atividade e procedimentos
Cantigas de roda: propor que as crianças brinquem de roda, depois registrar uma canção em cartaz e decorar.
Sequência lógica: Dê as crianças jogos de sequência lógica e deixem que brinquem livremente, depois peça para montar a sequência.
Jogo de passe a bola com brinquedo de sucata.
Proponha para que as crianças passem a bola de uma garrafa para outra, primeiro de perto, depois jogando.
Jogo da memória com nome: faça pares de nomes depois peça para cada um pintar seu par, igual. Depois faça uma roda e brinque de jogo da memória com os nomes.
Traçado livre: cante com eles uma cantiga de roda (minha gata parda), depois dê em uma folha a figura de um gato e uma garota peça para que façam um traço levando o gato até a garota.
Avaliação
Observar e registrar a participação e desenvoltura das crianças
Observe quem consegue montar as sequência e qual a explicação que dão a história montada.
Registre o nível de coerência de cada criança.
Observe e registre quem tem mais dificuldade e facilidade para executar o que foi pedido.
Observe e registre quem consegue reconhecer o seu nome e o dos colegas, quem já conhece algumas letras e quais são.
Observe o interesse da turma pela atividade, quem consegue ou não fazer o traçado.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Atividade: tingindo papel com água e tinta guache

Olá pessoal, me desculpem pelo sumiço, a vida de professor realmente é muito corrida! nem sempre sobra tempo para postar alguma coisa, mas vamos lá...
Hoje vim trazer uma sugestão de atividade que realizei com crianças de 3 anos e a turminha curtiu demais.
Nesta fase atividades que envolvam o uso de tinta, água, barro, argila e etc. chamam a atenção dos pequenos pois envolvem sensações e são concretas.



coloque tinta guache e água em vasilhas plásticas, depois distribua pedaços de papel branco para as crianças e deixe que eles mergulhem o papel na água para tingir, depois deixe secar exposto em um varal, quando secar você ainda pode decorar. Use a criatividade, eles adoram!

terça-feira, 3 de abril de 2012

Projeto sobre diversidade cultural para Educação Infantil

Introdução: 
O Projeto visa trabalhar e explorar a diversidade cultural existente no Brasil, proporcionando as crianças o contato com outras culturas e consequentemente com o novo, favorecendo o desenvolvimento da tolerância ao diferente e reforçando a autoestima e identidade de cada um.
Por se tratar de um projeto que tem como tema a diversidade cultural, aborda valores, respeito ao próximo e regras de convivência em suas atividades. Permite explorar todos os eixos (natureza e sociedade, Linguagem oral e escrita, Artes, Matemática, Música e Movimento).

Faixa etária : 3 anos






Justificativa: Tendo em vista a dificuldade de convivência das crianças, a falta de tolerância demonstrada pelos pais (o que interfere de forma negativa nas ações pedagógicas realizadas com a turma) e o egocentrismo exagerado à faixa etária apresentado por grande parte das crianças observamos a necessidade de um projeto que trabalhe com valores, tolerância as diferenças, regras de convivência, identidade e autoestima.
Objetivo geral: Trabalhar no grupo regras de convivência, estimulando a tolerância às diferenças; melhorar o convívio entre as crianças e torná-los mais pacientes e prestativos com o próximo.

Objetivos específicos: 
v  Pesquisar diferentes culturas da comunidade;
v  Trabalhar interação entre família e escola;
v  Possibilitar a construção da valorização das diferentes culturas que existem no Brasil;
v  Trabalhar a autoestima nos alunos para que estes possam relacionar-se com o outro;
v  Desenvolver uma imagem de si, atuando de forma mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;
v  Estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e seus pares fortalecendo sua autoestima e ampliando suas possibilidades de comunicação e interação social;
v  Desenvolver o hábito de ouvir;
v  Trabalhar a oralidade;
v  Estimular o respeito às regras sociais e de convivência com o outro;
v  Estimular o respeito às diversas culturas e ao próximo.




Procedimentos:
Fazer uma pesquisa sobre os costumes e culturas existentes no Brasil e sobre as raízes culturais do município de Taboão da Serra.
Elencar obras de artes que possam ser trabalhadas no decorrer do projeto;
Definir cronograma e materiais que serão usados nas atividades do projeto;
Verificar a disponibilidade dos materiais necessários e providenciá-los;
Elaborar questionário para as entrevistas que serão realizadas durante o projeto.
Atividades propostas:
v  Rodas de conversa;
v  Entrevistas com os pais, comunidade e funcionários;
v  Confecção de cartazes e painel;
v  Leitura de histórias, contos e lendas;

v  Reprodução de obras de arte, que retratem culturas variadas;
v  Receitas típicas de cada região;
v  Dvd’s, fotos e outros materiais de mídia sobre o tema.

Áreas do conhecimento:
Natureza e Sociedade;
Linguagem Oral e escrita;
Artes visuais;
Matemática.


Etapas do projeto:
1.    Fazer uma roda de conversa com as crianças sobre o tema.
2.    Mandar um questionário para casa, para cada família responder sobre sua região de origem hábitos e culturas;
3.    Fazer entrevista com alguns funcionários da escola;
4.    Fazer um levantamento sobre as diferentes culturas encontradas na comunidade e dentro da escola;
5.    Fazer uma releitura de uma obra de arte que trate do tema em questão;
6.    Contar histórias e lendas típicas de cada região;
7.    Fazer um levantamento das receitas típicas de cada região;
8.    Assistir Dvd’s sobre o tema
9.    Apreciação de fotos e imagens sobre algumas culturas.


Avaliação:
A avaliação será feita de forma contínua e diagnóstica, por meio de observações e registros realizados pelo professor. Os registros serão feitos em tabelas e posteriormente gráficos de acompanhamento para facilitar a identificação do desenvolvimento dos alunos.

Produto Final:
O produto final será um painel do mapa do Brasil, com fotos das atividades realizadas durante o projeto e ilustrações das atividades culturais em cada região, juntamente com uma mesa de degustação de comidas típicas.